Escola de Samba Águia de Ouro em Perdizes

Grêmio Recreativo Escola de Samba Águia de Ouro O Grêmio Recreativo Escola de Samba Águia de Ouro foi fundado em 9 de maio de 1976, com a associação dos jogadores do time de futebol Faísca de Ouro a Carlos Alberto de Moraes, fundador de outra escola - o GRES Pérola Negra.





Historia

Na época Moraes havia deixado a Pérola. Entre uma partida e outra, fazendo samba e comandados por Gílson Carrioulo Antônio, e contando com o experiente Maíco, crescia a cada dia a roda de samba. Decidiram então fundar em 9 de maio de 1976, o G.R.E.S. Águia de Ouro. O primeiro ensaio foi realizado na Vila Madalena, mas esse foi o único naquele bairro. Todos os outros foram feitos na Vila Anglo-Brasileira, mais tarde, Vila Pompéia.

Dos cerca de 50 jogadores do Faísca que ajudaram a formar a escola, 15 deles ainda comparecem regularmente à quadra da Águia, embora o time tenha parado de jogar em 1982. Desses, um dos mais importantes é Sidnei Carrioulo Antônio, atual presidente da agremiação.

A Águia de Ouro estreou em 1977 no Grupo 4 (atual Grupo 2 da UESP), com o Enredo "A Bahia de Jorge Amado" e samba de Ditinho, numa tarde de sol forte na Avenida Tiradentes. Nesta ocasião, a escola conseguiu o vice-campeonato, ascendendo ao Grupo 3 (atual Grupo 1 da UESP).

Em 1984, um incêndio na sede destruiu parte das fantasias e quase a tirou do carnaval. De 1976 até 1986, os integrantes ensaiaram em praças do bairro, até conseguirem nesse ano um espaço embaixo do Viaduto Pompéia.

No período 1999 a 2007, a escola se mantém no grupo Especial do carnaval, quase sempre com desfiles polêmicos, exóticos e/ou inovadores. Destaca-se entre eles o de 2001, quando a Águia de Ouro fez uma crítica política com um enredo que comparava a corrupção existente no Brasil à bruxaria.Grêmio Recreativo Escola de Samba Águia de Ouro

Em 2003, sendo a terceira a desfilar na sexta-feira, a Águia fica em 11º lugar, muito próxima do que seria o rebaixamento previsto - uma vez que no fim a Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo decidiu não rebaixar ninguém.

Em 2004, durante os festejos pelos 450 anos de São Paulo, a escola para fugir um pouco do tema único decidiu homenagear a culinária paulistana e a apresentadora de programas sobre culinária Ana Maria Braga, recém recuperada de um câncer.

O desfile, desenvolvido pelo carnavalesco Cebola, também foi uma crítica à desigualdade e à fome, e contou com a participação do bispo de Duque de Caxias, Dom Mauro Morelli, um dos criadores do programa Fome Zero, que compareceu à concentração para agradecer à visita que recebeu de integrantes da agremiação enquanto esteve internado alguns meses atrás, e aproveitou para abençoar o desfile.

Segundo Chico Pinheiro e Maurício Kubrusly, que narravam o desfile pela TV no dia, o bispo também queria ter desfilado pela escola, mas os integrantes acharam melhor não criar problemas com a Igreja Católica.

No ano seguinte, novamente com um enredo sobre o combate à fome, dessa vez mais específico, não foi mais possível segurar o bispo, um dos consultores do enredo, na concentração, e ele desfilou num carro alegórico adornado por anjos.

Em 2006, com a saída de Cebola, que foi para a Mancha Verde, a Águia de Ouro trouxe um tema forte, que falava sobre a pedofilia e maus tratos a crianças. Quarta a desfilar no desfile da madrugada de sábado para domingo, a escola trouxe o samba-enredo mais acelerado daquele ano.

Segundo os narradores e comentaristas do desfile, a escola tratou com leveza um tema considerado bastante pesado para o Carnaval, fazendo uma importante denúncia. Durante o recuo da bateria, os integrantes desta apresentaram uma coreografia elaborada, ajoelhando para o público, sendo esta uma das escolas mais aplaudidas.

Outras surpresas dos desfile foram as bailarinas que se apresentaram com sapatilhas de ponta e o casal de mestre-sala e porta-bandeiras fantasiado de Lobo Mau e Chapeuzinho Vermelho. Um dos carros alegóricos se referia à criança recém-nascida que foi abandonada na Lagoa da Pampulha pouco antes do carnaval, que mostrava uma sereia salvando um bebê.

Em 2007, sendo a 5ª a desfilar na madrugada de sábado para domingo, mais uma vez a escola levantou a arquibancada com suas inovações, conquistando o 4º lugar do Grupo Especial, sua melhor colocação até hoje, no carnaval 2008, a escola caiu pro Grupo de acesso, com um enredo sobre o sorvete

Em 2009, com o enredo No Swing da Pompeia, Águia de Ouro te convida pra Dançar a escola retorna ao Grupo Epecial, ao ganhar o Grupo de acesso.


Grêmio Recreativo Escola de Samba Águia de Ouro
Avenida Francisco Matarazzo, 1986 - Bairro: Vila Pompéia
(11) 3872-8262

Fonte:http://pt.wikipedia.org/

Vídeo




  Sobre o EncontraPerdizes
Fale com EncontraPerdizes
Anuncie no EncontraPerdizes
Cadastrar empresa no EncontraPerdizes (grátis)



Termos EncontraPerdizes | Privacidade EncontraPerdizes


Bandeira da cidade de São Paulo